quarta-feira, 25 de abril de 2012

O Mestre Nº 071


Pancas-ES – Abril/2012 – Nº 071 – R$ 0,50 – Fundado em Dezembro de 1985

CLÁUDIO EGGERT MANTÉM PRÉ-CANDIDATURA A PREFEITO DE PANCAS

O pré-candidato a prefeito de Pancas, Cláudio Eggert (PSB), continua na disputa. Havia rumores de alguns adversários sobre uma possível desistência de Eggert, na disputa deste ano, mas ele continua no páreo. “Cláudio Eggert continua na disputa e estamos conversando com vários partidos para fazer um grande bloco e um grande palanque”, disse o presidente do PSB de Pancas, Arcebino L. Braga, o Bino Braga.
Em março o PSB começou uma grande rodada de conversas com vários partidos e também com pré-candidatos a prefeito, que se lançaram recentemente. “Na política tudo tem seu momento, aquele político que acha que a terça-feira vem antes da segunda, não vai para frente, vamos continuar dialogando com os partidos que fazem oposição ao prefeito Luiz Schumacher”, ressaltou Bino Braga.
Cláudio Eggert terá um grande apoio do PSB Estadual, do deputado federal Paulo Foletto (PSB), dos secretários de estado que integram o PSB, e do governador Renato Casagrande (PSB) que vai articular para agregar vários partidos, direto do Palácio Anchieta. “O governador Renato Casagrande gosta do diálogo e de agregar lideranças sem autoritarismo, na hora certa ele conversará com lideranças no Palácio Anchieta para uma união com os partidos da base que o sustenta no governo”, completou Bino Braga.
“O PSB através do nosso presidente Bino Braga têm conversado com os partidos e outros pré-candidatos, vamos continuar conversando com humildade e respeito, continuo na disputa, sou parceiro do governador Renato Casagrande e sou ficha-limpa”, disse Cláudio Eggert, pré-candidato a prefeito de Pancas.

Foto: PSB de pancas
Cláudio Eggert, pré-candidato em Pancas.

GOVERNO FEDERAL DERROTA O ESPÍRITO SANTO

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal aprovou, no dia 17 de abril, por 20 votos a seis, o substitutivo do projeto que acaba com o Fundo para o Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap) e outros mecanismos fiscais adotados pelos estados do Espírito Santo, Goiás e Santa Catarina a partir de 2013. O substitutivo unifica o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas operações interestaduais com mercadorias importadas (PRS 72/10). Agora o projeto vai para votação final no plenário do Senado. O texto original, do senador Romero Jucá (PMDB-RR), propõe redução à zero do ICMS. Já o substitutivo do senador Eduardo Braga (PMDB-AM) estipula 4%.  O substitutivo determina, ainda, que essa alíquota incidirá sobre bens e mercadorias importadas, que, após o seu desembaraço aduaneiro e mesmo submetidos a processo de industrialização, resultem em mercadorias ou bens com conteúdo de importação superior a 40%, e que sigam para outros estados. Os senadores do Espírito Santo, Santa Catarina e Goiás ainda tentaram adiar a votação. Com uma questão de ordem, o senador Ricardo Ferraço (PMDB) pediu a devolução da matéria para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) alegando que o substitutivo em exame era diferente da proposta original analisada pela Comissão encarregada da avaliar a constitucionalidade das matérias. Os trabalhos na CAE do Senado foram acompanhados pelos parlamentares capixabas. Para o deputado federal Paulo Foletto (PSB) “o Senado derrotou de uma só vez três estados brasileiros, a mando do Governo Federal. Ignoraram totalmente a proposta dos três estados para a  implementação de mecanismos de compensação como forma de reduzir os prejuízos sofridos por esses estados com a unificação do ICMS. O Governo Federal  impôs a força de um trator para derrotar o Espírito Santo”. E disse mais: “A Casa que deveria ser o lugar do equilíbrio da Federação acabou por massacrar os três estados. Não é admissível aprovar um projeto que prejudique a receita de um estado. Isso é quebra do pacto federativo”, concluiu o deputado federal Paulo Foletto. Como exemplo das perdas o resultado da votação no Senado só a cidade de Colatina, deixará de receber cerca de R$ 11 milhões ao ano. Pancas deixará de receber R$ 2.235.766,68 e Alto Rio Novo R$ 1.354.124,48 por ano. Já os municípios da Região Noroeste terão uma perda em torno de R$ 50 milhões por ano.
FONTE: paulofoletto.com.br

PT TEM CANDIDATO A PREFEITO
 E TAMBÉM A VICE”

Essa afirmação é do vereador Adelcio Coffler (PT), na sessão da Câmara Municipal, do dia 02 de abril. Sem dizer os nomes o vereador disse num tom de que o PT não irá ceder para o ex-petista e hoje filiado ao pequeno PRP, o pré-candidato a prefeito de Pancas, Agmair Araújo, o Guima, atual presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pancas. Guima saiu do Partido dos Trabalhadores em 2009 e com isso tem recebido um grande distanciamento por parte dos petistas que querem lançar uma chapa puro sangue (prefeito e vice).
A uma pequena ala no PT que querem apoiar Guima e uma grande ala querem lançar o sindicalista Reginaldo Muniz (PT), a prefeito de Pancas e o ex-Padre, Eraldo Matos (PT) de vice.
Há informações que Guima tende a não ser candidato a prefeito, caso o PT venha lançar o sindicalista Reginaldo Muniz a prefeito de Pancas. No PT Estadual Guima também sofre uma grande resistência a sua pré-candidatura a prefeito. O presidente do PSB de Pancas, Arcebino L. Braga, o Bino Braga, disse que o PSB vai continuar conversando com os petistas, sobre uma aliança em prol da pré-candidatura a prefeito de Cláudio Eggert (PSB). “O PSB é parceiro do PT em Brasília e no estado, tendo Givaldo Vieira vice, do nosso governador Renato Casagrande (PSB), e já conversamos há poucos dias com o PT, numa reunião com onze partidos, inclusive o Guima esteve presente, vamos continuar conversando”, disse o presidente do PSB, Bino Braga.
Os pré-candidatos a prefeito Guima (PRP) e Cláudio Eggert (PSB), polarizam a disputa desse ano, tende em vista que foram bem votados na última eleição de 2008. Pancas também têm mais pré-candidatos a prefeito, como o presidente da Câmara, Marcos Mataveli (PPS), Amarildo Cardoso (PTB), o vereador Otniel Oliveira (PP) que tende ser o candidato do atual prefeito Luiz Schumacher (DEM) e Zenira Mapeli da Silva (PHS).



PRÉ-CANDIDATA A PREFEITA COMPLETOU SEU PLANO DE METAS

Mostrando que está levando em frente sua pré-candidatura à prefeita de Pancas, Zenira Mapeli da Silva (PHS), já fez seu plano de metas ao lado de seu marido e assessor para assuntos políticos, Luizinho da Silva. A pré-candidata a prefeita conversará em breve com os partidos para apresentar seu plano de carreira para recuperar os salários dos servidores públicos, que tem sofrido com a administração do prefeito Luiz Pedro Schumacher (DEM). Sobre as metas de seu plano de governo, além da elaboração de plano de carreira com recuperação salarial de servidores, Zenira Mapeli quer investir na agricultura com atendimento aos produtores sem descriminação de que partido votou.
“Zenira em seu plano de metas irá fazer um investimento pesado na saúde com prioridade para o Hospital de Pancas”, declarou Luizinho da Silva, assessor da pré-candidata a prefeita. Ainda em seu plano de metas, Zenira Mapeli da Silva, irá valorizar o magistério de Pancas com plano de salário justo. Lembrando que os professores têm sofrido na atual administração do prefeito Luiz Schumacher, e que a pré-candidata repudia o que o prefeito tem feito com os professores.
O assessor Luizinho disse que Zenira têm planos caso for eleita, de criar uma secretaria de Indústria e Comércio para desenvolvimento da indústria e comércio do município de Pancas com criação de emprego e aumento da receita.
“Zenira é a favor de um salário para o prefeito no valor de R$ 5 mil (cinco mil reais) e é contra esses aumentos que as Câmaras Municipais têm feito no estado”, completou Luizinho da Silva, que possui em seus guardados uma caneca que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), tomou água quando visitou Pancas nos anos 80 e guarda a sete chaves como relíquia.

MESTRAS DE PANCAS

J.M.Silva

Floricena Tavares Emerich
Mais uma mestra de Pancas vem ilustrar as páginas do nosso jornal. Nossa homenageada é dona Floricena Tavares Emerich , que nasceu aos quatro (4) dias do mês de maio de mil novecentos e trinta e seis (1936) em Alto Jequitibá estado de Minas Gerais. Filha de José Vicente Tavares e dona Maria Quinupp Tavares, com setenta e seis (76) anos incompletos. Ou quase completos.
 Viveu em sua terra natal até os dezessete anos, estudou até o quarto ano primário, o que já era muito, pois sua família era de trabalhadores rurais em que as mulheres estudavam pouco.
Criada no regime evangélico, numa família tradicional presbiteriana, disse que aproveitou sua infância e juventude, participando das festas no pequeno povoado. Mesmo sendo criada nos duros padrões da época afirmou que namorou bastante e estava sempre cercada de amigas, o que demonstra o convívio social. Aprendeu a arte de crochê, marca e também é uma excelente cozinheira.
Casou em Alto Jequitibá aos dezessete anos com o senhor Sinval Emerich, também nascido na localidade, porém residindo em Pancas desde os quatro anos de idade.
Alto Jequitibá e redondezas são marcadas pela forte presença da religião Presbiteriana. Religião esta em que foi educada e aprendeu os valores morais do cristianismo e que seguindo tradição familiar nunca abandonou.
Ao todo dona Floricena teve seis (6) filhos. Todos casados que lhe deram vinte e dois (22) netos e quatro (4) bisnetos. Todos vivos e bem situados em Pancas.
Dona Floricena viveu com o senhor Sinval Emerich trinta e nove anos (39), numa convivência de amor e respeito um pelo outro. Ficou viúva aos vinte e seis (26) de maio de mil novecentos e novecentos e dois (1992) e não buscou segundas núpcias.
Viúva, filhos criados e casados, adentrou nos negócios imobiliários, da qual é proprietária de dezenas de imóveis, com os mais variados preços de locação. Segundo dona Floricena depois da morte do senhor Sinval, ela construiu sete (7) prédios e que todo imóvel que ela adquire é pago à vista. Além de Pancas onde reside, ela já morou em Alto Mutum Preto e Baixo Guandu.
Complete este relato. Envie sugestões.

Foto: J.M.Silva 

Dona Floricena Tavares Emerich

 

 O Evangelho de Judas


Quem terá sido aquele personagem que multidões espancam e queimam na Páscoa? Todas as igrejas cristãs afirmam ser ele o traidor de Jesus, que entregou seu mestre e salvador por moedas de prata. Mas será que essa é a única versão da história? Ele nega tudo.
Já não é segredo que a Igreja excluiu muita coisa da Bíblia. No primeiro século já existiam pelo menos 30 evangelhos diferentes, cada um com versões diversas da história de Jesus. Foi em 180 d.C. que o bispo Irineu de Lyon, buscando unificar o conjunto de crenças cristãs – que se espalhava por várias igrejas e escritos -, selecionou os quatro evangelhos atuais como canônicos e decretou que os demais eram heréticos. Contudo, graças a monges do Egito, que mantiveram os apócrifos escondidos, pudemos fazer uma descoberta impressionante.
Descoberto em 1978, o Evangelho de Judas inaugurou novas dúvidas e discussões a respeito da veracidade dos evangelhos considerados canônicos. Ele faz parte de um códice datado entre 220 e 340 d.C., e é constituído de 26 páginas. Sua existência já era conhecida há muito tempo, visto que já havia sido citado pelo bispo Irineu em uma carta escrita em 180 d.C. Segundo o evangelho, Judas não teria traído Jesus, mas sido cúmplice dele.
Judas deve ter nascido em Kariotes, um vilarejo ao sul de Hebron, importante cidade da Judéia. Caberia a ele espalhar a mensagem de Jesus, que por sua vez era galileu. Como o povo da Judéia considerava os galileus ignorantes, o fato de Judas falar de Jesus com tanta consideração poderia contribuir para firmar a imagem de seu mestre entre os judeus, tarefa de grande importância.
Nos textos encontrados, mostra-se que Jesus tinha grande consideração pelo apóstolo. Uma passagem diz que, certa vez Jesus riu dos apóstolos, pois, segundo ele, eles não rezavam por vontade própria, mas para tentar agradar a Deus. Os apóstolos imediatamente começaram a “blasfemar contra ele em seus corações”, exceto Judas. Notando que Judas tinha melhor entendimento de suas palavras, Jesus se propôs a ensiná-lo “os mistérios do reino”, dizendo, contudo, que ele sofreria por conhecê-los. Jesus disse que havia dois deuses distintos: um governante e criador do mundo material e outro do mundo espiritual. Para alcançar o bondoso deus do mundo espiritual seria necessário “livrar-se da vestimenta humana”, e isso seria alcançado por Jesus através da suposta traição de Judas.
Certas pistas sobre essa versão da história já haviam sido dadas antes pelos evangelhos canônicos. Em algumas ocasiões Jesus mostrou que tinha conhecimento de que seria traído por um de seus apóstolos. Além do mais, embora o evangelho de João descreva Judas como ganancioso e ladrão, o evangelho de Marcos diz que a recompensa das 30 moedas não foi requisitada por ele, mas oferecida pelos sacerdotes.
É fato que o evangelho de Judas não foi escrito por ele, e que é uma cópia em copta (dialeto egípcio que usava caracteres gregos) de um texto mais antigo, escrito por um autor gnóstico. Mas os demais também não foram escritos por aqueles que lhes dão nome. Todos os quatro supostos escritores dos quatro evangelhos canônicos já haviam morrido quando eles foram escritos. Mesmo sem essa certeza, esses escritos devem ter causado grande pavor a Igreja nos primeiros séculos depois de Cristo. A Igreja precisava de um traidor para mostrar aos fiéis que, embora lhes seja dado livre-arbítrio, a guarda e direção da Igreja são necessárias para que não se mergulhe na perdição, como supostamente ocorreu a Judas. Esse tipo de rebatimento dos dogmas da Igreja levou o bispo Atanásio de Alexandria a ordenar a destruição dos apócrifos em 367 d.C. Graças aos nossos amigos monges, que davam grande valor a tais escritos, essas informações tão valiosas ficaram “sob a guarda da terra”, protegidas da Igreja, até chegarem a nós.
O papa Bento XVI negou bênção ao novo evangelho afirmando que seu protagonista é soberbo em achar que não precisa da purificação e da vontade salvadora de Deus. Fato é que, verdadeiro ou não, santo ou não, o Evangelho de Judas desperta novas dúvidas sobre as “verdades” pregadas pela Igreja
http://historia.abril.com.br/gente/judas-iscariotes-traidor-heroi-434689.shtml
O AMOR DE DEUS COM O HOMEM
Sérgio Félix
No evangelho de João – capítulo 3 – versículo 16, a Bíblia nos fala do amor de Deus, porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Este mundo que Deus amou está referindo o homem e o propósito de Deus com a humanidade. Esse amor de Deus é tão grande, que é suficientemente imenso para abranger todos os homens. Conferir em –1º Timóteo – cap. 2, vers. 4.
Como prova de que Deus amou, ele deu seu filho como oferenda na cruz por nossos pecados. Aqui existem três palavras que o ser humano precisa entender.
1º Crê na língua significa Pisteuo, isso que dizer que temos que está em plena convicção de que é o filho de Deus e o único salvador do perdido pecador.
2º Perecer não é a morte física, mas a pavorosa realidade do castigo eterno no inferno. Conferir em – Mateus – cap. 10, vers. 28.
3º Vida eterna é a dádiva que Deus outorga ao homem quando este nasce de novo.
O amor de Deus é grande para conosco, mas precisamos reconhecer que temos que nascer de novo se quisermos entrar no reino de Deus, como o próprio Jesus disse para Nicodemos, na verdade na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus, não como Nicodemos pensou mais como Jesus falou nascer da água e de espírito e assim podemos ver o Reino de Deus, e que Deus abençõe em nome do Senhor Jesus.

Visita inoportuna

Um caminhão basculante, lotado de areia, que presta serviços para a empresa Mar & Sol Engenharia Ltda que está concluindo o calçamento da Rua Adir da Silva, perdeu os freios na subida da Rua Diamante e desgovernado derrubou um poste da Empresa Luz e Força Santa Maria partindo-o ao meio, ao mesmo tempo em que também derrubava parte de um muro da residência do Sr. Zelmo Colombi. Uma árvore foi arrancada com o impacto.
O estrondo causado pelo impacto do caminhão no muro e a conseqüente derrubada do poste causou medo na vizinhança que levaram um baita susto. Dezenas de pessoas se aglomeraram para ver a destruição causada pelo acidente.
Felizmente ninguém se feriu.
O fornecimento de energia foi interrompido enquanto uma equipe da empresa Santa Maria fazia os reparos e substituiu o poste danificado. O fato aconteceu por volta das 10h00 e os reparos encerraram por volta das 17h00. Não se tem notícia de que algum eletrodoméstico tenha sido danificado no entorno do acidente.
Os donos da casa relataram que o susto foi enorme e que felizmente não houve feridos e nenhuma vítima. Os mesmos não souberam avaliar o prejuízo, mas esperam que a empresa responsável venha a ressarcir os danos causados.


Correção: A firma o qual o caminhão pertence é Mar & Sol Engenharia Ltda.

 FATOS POLICIAIS

1-       Idosa de 63 anos é estuprada – Foi preso em flagrante no dia 15 (domingo) o cidadão José da Silva, 50 anos, casado, por crime de estupro de vulnerável, no  bairro Operário, nesta cidade. Albergado no artigo 217-A, parágrafo primeiro do Código Penal Brasileiro. Segundo restou apurado, o flagrado foi surpreendido despido deitado sobre uma senhora de 63 anos, portadora de doença mental, deficiência visual além de sofrer de mal de Parkinson. A senhora cujo nome tem as iniciais A.P declarou que o acusado chegou a praticar relações sexuais com ela, além disso, foram familiares da vítima que surpreenderam o acusado na prática do crime. O acusado foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Colatina onde permanece preso até a presente data. No caso em tela a autoridade policial entendeu que a vítima era pessoa vulnerável pelo fato dela não poder manifestar sua vontade de forma plena por ser portadora de doença mental.
2-      Prisão por atirar a esmo – Foi preso em flagrante na madrugada do dia 25 de março, Carlos Augusto Dias, 20 anos. O acusado durante um churrasco promovido por Fábio Martins da Silva, no Casarão das Águas, local administrado pela família de Fábio, envolveu-se em uma confusão. Após ser agredido fisicamente, Carlos Augusto buscou uma arma de fogo retornou ao local e efetuou um disparo a esmo. O acusado foi autuado pelos crimes esculpidos nos artigos 15 e 16, parágrafo único inciso IV da Lei 10.826/03 (Estatuto do Desarmamento), ou seja, disparo de arma de fogo em local público e porte ilegal de arma de fogo com numeração raspada. O acusado já se encontra em liberdade.
Fonte: Delegacia de Polícia de Pancas.


 Obituário:

Faleceu nesta data, 18 de abril, em Vila Velha - ES, o Sr. Pedro Ubaldes Antunes, nascido aos 29 de junho de 1925, (86anos), em Carangola - MG, casado com a senhora Hilda Santana Antunes em 31 de julho de 1948, tendo 9 (nove) filhos,  22 (vinte e dois) netos, e 8 (oito) bisnetos. O senhor Pedro Antunes foi um grande divulgador do jornal “O Mestre”.
Faleceu nesta data, 19 de abril, em Pancas, o sr. Adnel da Silva, nascido aos 25 de julho de 1931 em Alegre - ES, (80 anos) casado com a senhora Noeme Delice da Silva, em 15 de outubro de 1952, tendo 5 (cinco) filhos, 3 (três) netos, e 2 (dois) bisnetos.
O jornal “O Mestre” manifesta a sua solidariedade às famílias enlutadas. Ambas sempre estiveram presentes na vida do jornal. Nossas celebrações nos dias 29/04, 06/05 e 13/05/2012, serão dirigidas às boníssimas almas destes que nos foram muito queridos. Participem. Informações: (27) 9916-5903

CAMPO DO UNIÃO PERTO DE PERDER UM NOVO GRAMADO

O famoso campo do União, localizado no bairro Operário o maior bairro de Pancas, está perto de perder uma grande obra, que é a troca do gramado.
Informações dão conta que a Prefeitura não atendeu as exigências que a Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (SESPORT) exige para o projeto sair do papel e virar realidade.
O novo gramado custará R$ 60 mil (sessenta mil reais) e é uma indicação do presidente da Câmara Municipal, vereador Marcos Mataveli (PPS) e seu deputado estadual Luciano Rezende (PPS) junto ao governo do estado.  Contudo, essa incompetência por parte da Prefeitura poderá ser concertada em breve e o campo poderá ser contemplado com um novo gramado.
Para alguns o prefeito Luiz Pedro Schumacher (DEM) não está se empenhando nessa troca de gramado por ser adversário do presidente Marcos Mataveli. Com isso quem perde é os esportistas que podem não ter um ótimo gramado para praticar futebol.
Em ofício da Secretaria estadual de Esporte enviado ao prefeito Luiz Schumacher, lá diz que muitas exigências estão irregulares. “Especificações dos Materiais: A especificação não foi apresentada. Apresentar especificação dos materiais utilizados na obra, em documento independente”, diz o ofício da secretaria estadual de Esporte enviado ao prefeito Luiz Schumacher.
A Prefeitura tem mostrado que não sabe nem fazer projetos e com isso Pancas perde recursos importantes. Acompanharemos esse caso até a solução e esperamos que esse recurso venha para alegria dos esportistas panquenses.
]
Desafio ao PMDB

Pedro Custódio do Nascimento, o “Pedrão”, 75 anos, eleitor consciente lança um desfio ao PMDB. Diz ser filiado neste partido há mais de dez anos e há quatro eleições em que só fazemos gracinhas e não tivemos coragem de apontar candidatos a prefeito. Apresento o meu nome a candidato a prefeito contando com o apoio do senador Ricardo Ferraço, Paulo Hrtung, Rose de Freitas e outros deputados estaduais bem como dos eleitores de Pancas. O desafio está lançado.


Foto: J.M.Silva.

Pedro Custódio do Nascimento, desafio ao PMDB.



 Atenção eleitores: Dia nove (9) de maio
- último dia para transferência de título de eleitor.
- último dia para requerer inscrição eleitoral.
- último dia para deficientes solicitar transferência para seção especial.

CURTAS:

1-Prefeito multado: O prefeito de Alto Rio Novo, Edson Benfica (PSD), foi multado pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo (TC-ES), por não apresentar a prestação de contas referente aos primeiros quatro meses de 2011. O prefeito Edinho Benfica foi multado em R$ 2.258,00 (dois mil e duzentos e cinqüenta e oito reais), a decisão foi tomada por unanimidade pelos conselheiros do Tribunal de Contas. O prefeito ainda foi notificado para que envie os dados, essas informações são necessárias para fiscalizar gastos dos municípios.
2- APPD recebe emenda: A Associação Panquense de Pessoas com Deficiência (APPD) receberá uma emenda da senadora Ana Rita (PT), no valor de R$ 250 mil (duzentos e cinqüenta mil reais). Com esse valor será comprado um ônibus adaptado para os portadores de deficiência. A APPD é presidida pelo presidente Gilmar da Silva, que vem demonstrando competência e tem corrido atrás dos governantes para ajudar essas pessoas que tanto precisam de apoio e equipamentos. O jornal O Mestre aplaude a senadora Ana Rita e o presidente da APPD, Gilmar da Silva.
3- Pancas largado: As ruas e avenidas de Pancas continuam sujas e cheias de matos. Na Avenida 13 de maio, a sujeira toma conta, a poeira tem sido o grande inimigo dos comerciantes que têm suas mercadorias sujas e com isso a mais trabalho para colocá-las limpas. A Prefeitura precisa de lavar as ruas com freqüência, mas só tem feito quando tem festa na cidade, que é em maio.
4- Ex-líder: O vereador Juarez Mendonça (PSDB), agora não é mais líder do prefeito, na Câmara Municipal. Na sessão do dia 16 de abril, o ex-líder da tropa de elite do prefeito Luiz Schumacher (DEM) pediu para sair. Para ser líder o vereador ganhou a secretaria de obras, tendo indicado o ex-vereador Valter Norberto Bezerra. O vereador possui uma ideologia chamada ‘ta ruim mais ta bom’ em seus discursos na Câmara. Quem será o novo comandante da tropa de elite do prefeito Luiz Schumacher, Otniel Oliveira (PP), Fernando Oliosi (PDT), Rachel Zucchetto (PMN) ou Iracy Pinheiro (DEM)?
5- Tecla mudo: Quem vai a sessão da Câmara Municipal, fica perguntando porque o vereador Otniel Oliveira (PP) não discursa e não apresenta projetos para o município, ele aperta a tecla mudo e ali ninguém ouve sua voz. Dizem que o vereador se comunica por bilhetinhos para os outros vereadores falarem por ele.
6- Acompanhando as sessões: A pré-candidata à prefeita de Pancas, Zenira Mapeli da Silva (PHS) vem acompanhando as sessões da Câmara Municipal ao lado de seu assessor e marido, Luizinho da Silva. Zenira Mapeli da Silva têm mostrado que mantém sua pré-candidatura a prefeita de Pancas. Basta lembrar que o registro das candidaturas será no dia 05 de julho.
7- CPMI do Cachoeira: O deputado federal Paulo Foletto (PSB), será titular na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investigará as relações do contraventor Carlinhos Cachoeira com o senador Demóstenes Torres (sem partido) e mais agentes públicos e privados. Até agora o deputado Paulo Foletto é o único parlamentar capixaba titular da CPMI que investigará o bicheiro, que está preso em Brasília.
8- Festa de Pancas: A festa em comemoração a emancipação política de Pancas, está chegando. César Menotti e Fabiano estarão se apresentando no 49º aniversário de Pancas no dia 12 de maio.
9- Perseguição a servidores, nepotismo, cabide de emprego e muito, muito mais os adjetivos para identificar as ações do executivo municipal. Segundo comentários das ruas por parte de populares, servidores e alguns vereadores, o prefeito de Pancas favorece a alguns correligionários que já ostentariam significativos índices de enriquecimento. Enquanto os servidores efetivos amargam perdas salariais a cada ano.


Variedades
PENSAMENTOS.
1-“O que a lagarta chama de fim de mundo, o mestre chama de borboleta.”

2-"Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo..." [Abraham Lincoln]

O ADVOGADO EM CASA.
O advogado recebe uma ligação em sua casa, às três da manhã:
- Pô, cara! Sou eu, o Brito. Tô no maior aperto. Tô preso aqui na vigésima-quinta. Vê se dá um jeitinho e vem aqui me soltar.
- Mas o que foi que você fez?
- Nada, bicho! Eu não fiz nada!
- Então, eu não vou poder ir.
- Mas por quê?
- Se tão prendendo quem não 































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário