sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O Mestre

Pancas-ES – Fevereiro/2012 – Nº 069 – R$ 0,50 – Fundado em Dezembro de 1985

BASTIDORES DA CORRUPÇÃO EM PANCAS: DENÚNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO
O Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES) divulgou no dia 09 de fevereiro, que pediu à Justiça o bloqueio dos bens e a perda do mandato do prefeito de Pancas, Luiz Pedro Schumacher (DEM), e dos vereadores Otniel Carlos de Oliveira (PP), Juarez Mendonça Júnior (PSDB), Fernando Antônio Oliosi (PDT) e Rachel Zucchetto (PMN).
Também foram citados o médico Sidiclei Giles de Andrade e o advogado Daniel Waldemar de Oliveira e também foram citadas na ação, duas empresárias e uma empresa de contabilidade.
Se condenados, o prefeito Luiz Schumacher e os envolvidos pela MP-ES, em duas Ações Civis Pública terão de devolver o total de R$ 298.524,00 e poderão ter de pagar multas conforme a pena aplicada a cada um.
A ação proposta pela Promotoria de Justiça de Pancas inclui os quatros vereadores citados acima, por suposta compra de votos na eleição da atual Mesa Diretora da Câmara.
Neste caso o prefeito Luiz Schumacher, os vereadores, Otniel Oliveira, Fernando Oliosi e Juarez Mendonça, foram à casa do ex-prefeito Walter Haese (PMDB). Segundo consta na ação do MP-ES, os vereadores Otniel, Fernando e Juarez Mendonça, disseram que precisavam de mais um voto para que a chapa 02 (da qual faziam parte) vencesse as eleições, e pediram para que Walter Haese “influenciasse”, o vereador Juarez Giles (PMDB) a votar naquela chapa, tendo em vista a amizade entre ambos, que são do mesmo partido. Em troca, ofereceram a Walter a Secretaria e a Subcretaria de saúde para o PMDB, partido que Walter faz parte, afirmando que a filha de Walter, de nome Scheila Haese, poderia assumir a subsecretaria de Saúde. Ofereceram, ainda, uma quantia em dinheiro, que não foi especificada, mas que ficaria a cargo de Walter Haese e do vereador Juarez Giles especificarem tal valor, diz os fatos da ação do Minisitério Público.
Ao se retirarem da residência do ex-prefeito Walter Haese, o prefeito Luiz Schumacher, despediu-se, afirmando o seguinte: “vai dar certo esse negócio”, afirmou ainda que “garantia a sua parte”, referindo-se à proposta já oferecida pelos vereadores a Walter Haese.
O vereador Juarez Giles, além de ter sido assediado indiretamente através de Walter Haese, foi assediado também de forma direta, já que recebeu uma ligação de Otniel Carlos de Oliveira que lhe disse que teria vantagens caso apoiasse a chapa 02. Juarez Giles ainda foi convidado pelo prefeito Schumacher para ir até a sua casa, quando naquele local o requerido manifestou intenção de que Juarez Giles ficasse ao seu lado nas eleições da Chapa 02, do vereador Otniel Oliveira, chapa esta apoiada, obviamente, pelo prefeito e requerido.
Para ficar claro, o ex-prefeito Walter Haese não aceitou nenhuma propina e nem cargos para ajudar a eleger a chapa 02, que tinha o Otniel como candidato a presidente da Câmara Municipal, no biênio 2011/2012.
Procurado pela reportagem o vereador Otniel Oliveira se defendeu. “O Ministério Público mente ao nomear uma subsecretaria de Saúde que não existe”, se defendeu o vereador Otniel Oliveira. O vereador disse ainda que não sabe se o juiz irá acatar a denúncia e que se defenderá ao ser notificado. O vereador Fernando Oliosi foi procurado mais seu celular estava desligado durante todo o dia.
O vereador Juarez Mendonça também foi procurado, mais seu telefone chamava e ninguém atendeu, durante todo o dia.
A vereadora Rachel Zucchetto, estava com seu celular desligado.
Na segunda ação, o MP-ES pede a suspensão de contratos administrativos da Prefeitura de Pancas com a empresa Ramalhete Contabilidade e Consultoria Ltda., além de suspender pagamentos de serviços contábeis da empresa. Nesta, também foi pedida a indisponibilidade dos bens, inclusive de contas bancárias, do prefeito Luiz Schumacher, da empresa Ramalhete Cavalcanti e Maria Angélica Macedo Ramalhete. O MP esclarece que a medida visa “garantir o ressarcimento dos prejuízos causados ao patrimônio público”. O valor desta causa é de R$ 273.524,00.
Sobre o envolvimento da vereadora Rachel Zucchetto, a vereadora foi até a residência do vereador Iracy Pinheiro (DEM), e lhe ofereceu a quantia de R$ 50.000,00 para que votasse na chapa de Otniel. Diante da recusa de Iracy, Rachel Zucchetto lhe perguntou quanto valia o voto do mesmo, oferecendo-lhe uma quantia de R$ 200.000,00 e diante da nova recusa do vereador Iracy Pinheiro, Rachel ameaçou de morte, bem como a seus familiares, diz a denúncia do Ministério Público.
Estiveram ainda na casa do vereador Iracy Pinheiro, o prefeito Luiz Schumacher, o vereador Fernando Oliosi e o advogado Daniel Waldemar de Oliveira, quando todos lhe ofereceram a secretaria municipal de Agricultura e perguntaram quanto em dinheiro Iracy queria para votar na chapa 02 do vereador Otniel Oliveira.
Também foi assediado o vereador Adelcio Coffler (PT), que foi procurado pelo prefeito Luiz Schumacher, o qual pediu para que Adelcio apoiasse nas eleições a chapa do vereador Otniel Oliveira. O prefeito ofereceu a Adelcio Coffler, uma secretaria, um emprego para o filho, e a quantia de R$ 50.000,00.
Na ação ainda consta à denúncia do médico Sidiclei Giles de Andrade, o doutor Sidiclei. Na denúncia consta que o vereador Adelcio Coffler estava num casamento no Distrito de Vila Verde, quando foi abordado pelo doutor Sidiclei, o qual lhe disse que caso ficasse do lado do prefeito Schumacher nas eleições, receberia a quantida de R$ 25.000,00 e após as eleições, caso votasse em Otniel, ele receberia a quantia de R$ 25.000,00, totalizando R$ 50.000,00.
A conversa entre doutor Sidiclei Giles e Adelcio teve inicio em Vila Verde, sendo que, após, doutor Sidiclei dirigiu à residência de Adelcio Coffler, quando lá também chegou o prefeito Luiz Schumacher, que tentou novamente convencer Adelcio a lhe apoiar, oferecendo obras na região onde Adelcio reside.
Naquele mesmo dia, doutor Sidiclei se dirigiu novamente à casa de Adelcio, quando lhe questinou se o “negócio”, estaria “de pé”, tendo Adelcio afirmado que apoiaria a chapa do atual presidente da Câmara, vereador Marcos Mataveli (PPS).
Doutor Sidiclei, lhe ofereceu novamente R$ 25.000,00 antes e R$ 25.000,00 depois das eleições.
Segundo consta, neste dia, antes de se retirar da residência do vereador Adelcio, doutor Sidiclei, deixou dentro do carro do vereador, sem autorização deste a quantia de R$ 25.000,00, quantia esta que foi entregue a Justiça desta Comarca, quando, aberto o envelope onde se encontrava o dinheiro, foi confirmado que lá havia cinco maços de dinheiro totalizando a quantia de R$ 25.000,00. Ainda na denúncia da Promotoria de Justiça de Pancas, o valor oferecido e entregue, não pode ter outra origem, senão a ilícita, provavelmente advindos de contratos administrativos ilegais e superfaturados.
O prefeito Luiz Pedro Schumacher simplesmente afirmou que tudo não passa de uma jogada política e que um grupo quer a todo custo assumir o poder em Pancas.
Todas as informações desta matéria estão contidas na denúncia do Ministério Público feito à Justiça e que podem ser acessadas no site: WWW.mpes.gov.br
Fonte: MPES.

77% dos Deputados e Senadores ignoram emails dos eleitores
J.M.Silva
Uma pesquisa realizada pela agência digital Medialogue aponta que a maioria dos congressistas brasileiros ignora os eleitores quando o assunto é contato via internet. Para chegar a essa conclusão, a agência enviou um email para cada um dos deputados e senadores brasileiros, pedindo informações sobre o trabalho deles na internet.
Dois 81 senadores, apenas 11 responderam às perguntas, o que representa 14% do total. Já entre os 513 deputados federais, somente 124 retornaram a mensagem com as informações solicitadas. No total, 77% dos deputados e senadores ignoraram os e-mails.
Entre os 135 parlamentares que responderam 63 deram retorno no mesmo dia, 53 responderam em até uma semana e 19 demoraram mais de sete dias. Outra constatação da agência foi a falta de interatividade dos políticos com os seus eleitores.
Dos 459 deputados e senadores que possuem site próprio, apenas 152 permitem a publicação de comentários. Já com relação aos gastos com a verba de gabinete, 83% deles não fazem menção alguma sobre o assunto em suas páginas oficiais.
Baseado em outros cinco quesitos (presença, influência, interatividade, multimídia e audiência), a Medialogue também elaborou um ranking com os políticos mais ativos no mundo virtual. Os melhores classificados entre deputados e senadores foram os seguintes:

Deputados:

ACM Neto (DEM - BA); Dr. Rosinha (PT - PR); Fernando Francischini (PSDB - PR)
Geraldo Resende (PMDB - MG); Glauber Braga (PSB - RJ); João Paulo Cunha (PT - SP); Paulo Pimenta (PT - SP); Zeca Dirceu (PT - PR)
Senadores:

Cristovam Buarque (PDT - DF); Humberto Costa (PT - PE); Inácio Arruda (PC do B - CE); Paulo Paim (PT - RS)

Nenhum capixaba nas duas listas. Vamos cobrar de nossos representantes maior atenção aos eleitores.

 CURTAS:
1- Bileu liberado para disputar eleição de vereador esse ano: O pré-candidato a vereador de Pancas, Jucimário Oliveira, o Bileu (PSB), está liberado pela justiça para disputar uma cadeira da Câmara Municipal nas eleições deste ano. Havia comentários que Bileu não poderia disputar, mas a justiça o liberou e Bileu vai disputar a eleição de vereador no palanque do pré-candidato a prefeito, Cláudio Eggert (PSB). “Bileu é um jovem político de potencial e estamos felizes com ele em nosso partido, ele ajudará muito a campanha de Cláudio Eggert, nosso pré-candidato a prefeito de Pancas”, disse o presidente do PSB de Pancas, Bino Braga. Bileu se filiou ao partido do governador Renato Casagrande e do deputado federal Paulo Foletto, ano passado. “Fico feliz em contar com Bileu em meu partido, ele é um grande reforço para minha campanha de prefeito, tanto em Vila Verde e na sede também”, disse Cláudio Eggert, pré-candidato a prefeito, nas eleições deste ano.
2- Incompetência da Prefeitura provoca acidente: Em mais uma mostra que as ruas de Pancas estão mal cuidadas, um motociclista trafegando pela Avenida Treze de Maio, caiu em frente à Farmácia do Cici, no dia 13 de fevereiro. Detalhe, um broquete que estava solto á muitos meses, fez o motociclista cair, e o mais lamentável é que o motociclista quebrou o braço e passará até por cirurgia. Apenas um bloquete causou esse lamentável acidente, o que era fácil de ter sido resolvido, lembrando que o jornal O Mestre, fez muitas matérias sobres buracos, ressaltos e sujeiras, das principais ruas e avenidas da sede e dos distritos de Laginha e Vila Verde.
3- Carros da Prefeitura pra lá e pra cá: É visto com freqüência os carros da Prefeitura de Pancas, trafegando pelas ruas de Pancas, fora do horário de expediente e por diversos funcionários que não são motoristas, e por tanto não podem dirigir um carro oficial. Os carros “chapa branca” são exclusivamente para uso do trabalho das secretarias, e tem que ser guardados na garagem da Prefeitura, depois do expediente e não podem ficar pra lá e pra cá, lembrando que a gastos e o dinheiro dessas despesas que paga é o povo.
4- Ternos: Há informações que já têm suplentes preparando e comprando ternos novos para uma possível posse.
5- Eleições 2012: Mais dois pré-candidatos a prefeito se mobilizam para disputar as eleições deste ano. Zenira Mapeli da Silva (PHS), e Éliton Mendes, o Bolinha (PR). Lembrando que o registro das candidaturas será no dia 05 de julho.

Sociais:

Aniversários de FEVEREIRO
11- Nilton Antônio Grobério; 15- Cláudio Eggert; 20- Eleonor Borgo Cypriano Machado e Arcebino Lourenço Braga; 22- Hilário Luchi filho; 23- Carlos Schwartz; 24- Ariana da Silva Moraes; 28- Irma Loose Haese.
Para a publicação de seu aniversário entre em contato pelos celulares: (27) 9979-9696 (Virgílio) e (27) 9916-5903 (Pe. Julio). A todos os nossos parabéns.

A Igreja Caseira

Igreja Caseira é o termo informalmente usado para definir um grupo de cristãos que, em vez de usar um edifício dedicado ao culto e adoração, reúne-se regular ou espontaneamente em uma residência ou em áreas que normalmente não são utilizadas para essa finalidade. Nos países de língua inglesa os termos usados são "home church" ou "house church". 
As razões, que fazem com que tais grupos prefiram suas casas ao edifício convencional da igreja para se reunir, são diversas, vão desde questões práticas, didáticas e até teológicas. Para eles, as relações oriundas da reunião caseira configuram o verdadeiro modelo ensinado por Cristo e utilizado pelos cristãos do primeiro século.
 
BASE BÍBLICA
 
A maior parte desses cristãos usa suas próprias casas para se reunir almejando retornar à simplicidade da reunião informal caseira encontrada na Bíblia Cristã e especificamente no Novo Testamento. Longe da formalidade de doutrinas e cultos formais, a primitiva igreja cristã descortina-se na singeleza das palavras e práticas registradas no livro de Atos no Novo Testamento:
 
 “Arrependei-vos, para que cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e receba o dom do Espírito Santo" (Atos:38).
 
"Dedicavam-se continuamente ao ensino dos apóstolos e à comunhão, compartilhando alimentos e orações" (Atos 2:42).
 
Estas passagens bíblicas indicam explicitamente que as reuniões dos cristãos primitivos ocorriam em suas próprias residências: Atos 20:20, Romanos 16:5, 1 Coríntios 16:19, Colossenses 4:15, Filemon 1:2.
 
Em vez de ver a teoria e a prática cristã restrita a uma série de reuniões da igreja, o retorno à igreja bíblica conduz à vida e ao apoio mútuo. Isto é expresso por mais de 50 vezes pela frase "uns aos outros” encontrados no Novo Testamento, começando pelas palavras de Jesus, "amai-vos uns aos outros" (João 13:34).
 
Hoje, a propagação de igrejas caseiras é vista com mais intensidade em países como China, Cuba, India, Brasil e nações africanas, mas são vistos também nos pequenos, mas crescentes grupos na Europa e na America do Norte.
 
ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO
 
A Igreja Caseira sempre tem um mínimo de organização. Em Pancas podemos encontrá-la na residência do Revmo. Pe. Julio Maria da Silva. Sua organização é parte da Igreja Católica Apostólica Antiga (Vétero Católica) e conta com celebrações aos domingos sempre às 19h00. O atendimento é feito a todo o momento, nas mais diversas necessidades do cristão. Aos doentes não há hora, podendo ser solicitado a presença do padre a qualquer momento, sem distinção de credo, classe social ou raça. A administração dos demais sacramentos é feita à medida que os interessados fazem a preparação para tal. Aqueles que são membros ativos são dispensados da preparação. O ingresso em nossa Igreja é livre para todos não importando a Igreja de origem. Exige apenas que seja batizado validamente e que faça a recitação do Credo.
Venha conhecer a Igreja Católica Apostólica Antiga. Estamos nos preparando para celebrar a Missa Tridentina e em breve será anunciada o início da mesma. A Missa Tridentina é a antiga liturgia que pode ser feita em Latim ou não.
Pe. Julio Maria da Silva

AGENDA PASTORAL:

Celebrações todos os domingos às 19h00; as 18h00 preparação para batizado, crisma e casamento (tudo em minha residência). Todo último sábado do mês às 14h00 na Casa do Vovô Simeão em Colatina. Todo dia 19 de cada mês celebração em honra de São José, a São José Gregório Hernandez, padroeiro da Arquidiocese e a todos os Josés, às 19h00. Visita aos enfermos a qualquer hora do dia. Informações: (27) 9916-5903. Em breve divulgaremos o calendário da Igreja para 2012 e o início da Missa Tridentina.

CARNAVAL: A maior festa popular brasileira

Origem Histórica
Segundo definição genérica, o carnaval é uma festa popular coletiva, que foi transmitida oralmente através dos séculos, como herança das festas pagãs realizadas a 17 de dezembro (Saturnais - em honra a deus Saturno na mitologia grega.) e 15 de fevereiro (Lupercais - em honra a Deus Pã, na Roma Antiga.). Na verdade, não se sabe ao certo qual a origem do carnaval, assim como a origem do nome, que continua sendo polêmica.
Alguns estudiosos afirmam que a comemoração do carnaval tem suas raízes em alguma festa primitiva, de caráter orgíaco, realizada em honra do ressurgimento da primavera. De fato, em certos rituais agrários da Antigüidade, 10 mil anos A.C., homens e mulheres pintavam seus rostos e corpos, deixando-se enlevar pela dança, pela festa e pela embriaguez.
Originariamente os católicos começavam as comemorações do carnaval em 25 de dezembro, compreendendo os festejos do Natal, do Ano Novo e de Reis, onde predominavam jogos e disfarces. Na Gália, tantos foram os excessos que Roma o proibiu por muito tempo. O papa Paulo II, no século XV, foi um dos mais tolerantes, permitindo que se realizassem comemorações na Via Lata, rua próxima ao seu palácio. Já no carnaval romano, viam-se corridas de cavalo, desfiles de carros alegóricos, brigas de confetes, corridas de corcundas, lançamentos de ovos e outros divertimentos.
O baile de máscaras, introduzido pelo papa Paulo II, adquiriu força nos séculos XV e XVI, por influência da Commedia dell'Arte. Eram sucesso na Corte de Carlos VI. Ironicamente, esse rei foi assassinado numa dessas festas fantasiado de urso. As máscaras também eram confeccionadas para as festas religiosas como a Epifania (Dia de Reis). Em Veneza e Florença, no século XVIII, as damas elegantes da nobreza utilizavam-na como instrumento de sedução.
Na França, o carnaval resistiu até mesmo à Revolução Francesa e voltou a renascer com vigor na época do Romantismo, entre 1830 e 1850. Manifestação artística onde prevalecia a ordem e a elegância, com seus bailes e desfiles alegóricos, o carnaval europeu iria desaparecer aos poucos na Europa, em fins do século XIX e começo do século XX.
Há que se registrar, entretanto, que as tradições momescas ainda mantêm-se vivas em algumas cidades européias, como Nice, Veneza e Munique.
Etmologia da Palavra 
Assim como a origem do carnaval, as raízes do termo também têm se constituído em objeto de discussão. Para uns, o vocábulo advém da expressão latina "carrum novalis" (carro naval), uma espécie de carro alegórico em forma de barco, com o qual os romanos inauguravam suas comemorações. Apesar de ser foneticamente aceitável, a expressão é refutada por diversos pesquisadores, sob a alegação de que esta não possui fundamento histórico.
Para outros, a palavra seria derivada da expressão do latim "carnem levare", modificada depois para "carne, vale !" (adeus, carne!), palavra originada entre os séculos XI e XII que designava a quarta-feira de cinzas e anunciava a supressão da carne devido à Quaresma. Provavelmente vem também daí a denominação "Dias Gordos", onde a ordem é transgredida e os abusos tolerados, em contraposição ao jejum e à abstenção total do período vindouro (Dias Magros da Quaresma).
Fonte: Revista Defesa da Fé





Inovação na construção civil
J.M.Silva

A Mataveli Material de Construção Ltda promoveu no dia 24 de janeiro o lançamento de um novo produto em Pancas que já está revolucionando a construção civil em todo país. Trata-se da argamassa polimérica Dundun. O lançamento ocorreu no auditório da Secretaria Municipal de Educação de Pancas e foi conduzido por Cláudio de São Paulo e pelo talentoso José Roberto de Azevedo, Gerente de Negócios da empresa Mataveli.
O principal atrativo da argamassa Dundun é o seu alto rendimento no assentamento de tijolos e blocos. Sendo que um saco de 15 kg traz um rendimento de até 10 m² de parede.
A argamassa se encontra à venda na Mataveli Material de Construção onde o construtor poderá sanar todas as suas dúvidas, revelou José Roberto.
Compareceram diversos profissionais da construção civil que puderam testar a argamassa. Ao final foi ofertado uma camisa da Mataveli e um boné da referida argamassa. Todos ficaram satisfeitos e confiantes para apresentar o produto a seus possíveis contratantes na construção civil.


Fatos Policiais

1-      Furto de moto- Foi preso em flagrante no dia 07 deste (terça), no distrito de Monte Carmelo, Alto Rio Novo, Genato Domingos de Oliveira. Genato, na noite do dia 06 deste (segunda), furtou uma moto em frente à Rodoviária de Pancas. Genato foi encaminhado ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Colatina onde se encontra preso.
2-      No dia 14 deste (terça) foi preso preventivamente Nelson Mielke Segundo e encaminhado para o Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico de Cariacica. Nelson foi preso por ameaçar a ex-esposa Helena Torás. Várias ocorrências já foram registradas sobre os mesmos fatos e esta é a segunda vez que Nelson é preso por ameaçar a ex-esposa.
3-      Preso e encaminhado ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Colatina o jovem Eduardo Reis de Oliveira. A prisão preventiva se deve ao fato de Eduardo ter tentado matar na madrugada do di 11 deste (sábado), Odair Afonso dos Santos. A tentativa se deu com várias facadas desferidas na vítima que foi encaminhada ao hospital.. A prisão ocorreu no dia 17 deste (sexta). O mesmo ficará à disposição da justiça.

 Vice-governador faz entrega de veículo a trabalhadores rurais de Pancas
J.M.Silva
O vice-governador do estado, Givaldo Vieira (PT), esteve em Pancas no dia 03 deste (sexta), para fazer a entrega de um veículo Gol 2011/2012 ao Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Pancas. Na ocasião estiveram presentes o presidente do Sindicato Aguimair Araújo Nascimento, o Guima, o prefeito municipal Luiz Pedro Schumacher (DEM), o ex-prefeito Walter Haese (PMDB), o deputado estadual Genivaldo Lievore (PT), agricultores, secretários e lideranças rurais e urbanas.
O veículo é fruto de emenda parlamentar do vice-governador quando foi deputado estadual.
O presidente do Sindicato Aguimair Araújo do Nascimento, enfatizou a luta do homem do campo e a importância do veículo para os seus trabalhos. O vice-governador lembrou de sua infância de lutas e dificuldades. O governo está olhando com carinho para o homem do campo com políticas para fixá-lo n o campo.

ClassiMestre
Procuram-se Corretor de Publicidade e assinaturas, Informações (27) 9916-5903.
ClassiMestre: Nossos classificados dão um show. Informe-se.
  

Família toma banho na pia da cozinha, com medo de imagem em azulejo do banheiro


Uma família isolou o banheiro de casa e passou a tomar banho na pia da cozinha. Por quê? Eles dizem que algo estranho está em um dos azulejos e não sai por nada desse mundo. Laszlo Csrefko, o pai da família, gastou uma grana para reformar o banheiro de casa, na cidade de Budapeste, na Hungria.
Mas, na primeira vez em que tomou um banho, sua mulher, Andrea, viu a suposta cabeça de Diabo na parede e saiu correndo, peladona mesmo. – Eu estava pelada saindo do banho, e eu pude ver de repente seus olhos olhando para mim. Eu saí correndo e gritando.
Já o marido está preocupado com a remoção da imagem, e está até pensando em chamar um exorcista para limpá-la. – Nós não conseguimos tirá-la de lá, e ela não estava quando colocamos o azulejo. Apareceu durante a noite e nada pode tirá-la. Precisamos de ajuda de Deus ou do mundo espiritual, ou fecharemos o banheiro para sempre.
Por enquanto, a família vai improvisando. – O banheiro está sempre muito gelado, não importa o quanto aumentemos a temperatura do aquecedor. Então paramos de usá-lo. 

Nós tomamos banho com a água da pia do andar de baixo.

Azulejo com a imagem do demo.



A Igreja Capitalista

 

Sabemos que vivemos num país miserável. Que a concentração de renda é absurda e que a maior parte da população vive execrada nas favelas.
Sabemos também; pelo menos deveríamos saber; que Jesus Cristo denunciou não só a necessidade espiritual do povo, mais também a condição social e política. 
Como podemos entender uma igreja que se diz anunciar a palavra, os pensamentos e ensinos de Jesus, gastar dinheiro em ar condicionado, plataformas de acrílico, enquanto que pessoas não têm um mínimo de condição muitas das vezes para comer.
Estamos criando concentração de renda também na igreja. Montões de dinheiro para manter verdadeiros cleros modernos. 
Muita das vezes olho para os bispos da igreja católica da idade média e não vejo diferença dos pastores do século 21.
Quando temos pastores ganhando 3, 5 até 10 mil reais por mês e olhamos para o seu rebanho e vemos um povo que sobrevive com 500, 350 e às vezes até de doações, entendemos não haver diferenças entre a burguesia brasileira e o alto clero evangélico brasileiro.
Precisamos do verdadeiro avivamento, não de pular ou gritar, mais sim da vergonha na cara e do amor ao próximo sem demagogia.
As musicas expressam bem o que é o evangelho brasileiro, ao invés de dar vontade de evangelizar, denunciar o pecado, assistir o órfão ou a viúva, ao invés disso, da vontade de pular, gritar e pasmem correr. 
Hoje vivemos o evangelho egoísta e medíocre de alta ajuda. Até quando ó igreja brasileira ficarás na mediocridade? Chega de evangelho falsificado, estamos precisando de profetas verdadeiros que não se conformam com essa mediocridade e vergonha que se transformou o evangelho brasileiro.
Você já imaginou Jó cantando: “restitui, eu quero de volta o que é meu”, ou Paulo vendendo DVD de suas epistolas ou anunciando passeios de cruzeiros que ostentam a desigualdade social no país em troca de dinheiro para manter uma “vitrine” na tv? Pense nisso.


 

Publicado por James de Almeida. .
Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, amados em Cristo.


“No inicio do período republicano no Brasil (final do século XIX e começo do XX), vigorou um sistema conhecido popularmente como coronelismo. Este nome foi dado, pois a política era controlada e comandada pelos coronéis (ricos fazendeiros).

Voto de Cabresto - Na República Velha, o sistema eleitoral era muito frágil e fácil de ser manipulado. Os coronéis compravam votos para seus candidatos ou trocavam votos por bens matérias (pares de sapatos, óculos, alimentos, etc). Como o voto era aberto, os coronéis mandavam capangas para os locais de votação, com objetivo de intimidar os eleitores e ganhar votos. As regiões controladas politicamente pelos coronéis eram conhecidas como currais eleitorais. [historiadobrasil]”

Agora, não me furto em afirmar que “estimulo aos crentes” a serem ativos na política partidária, que precisamos, como servos do Deus Altíssimo, ser vigilantes quanto a nossa maneira de viver e da necessidade de trazermos testemunhos aos incrédulos de que somos sim, humanos como qualquer outro, que vivemos num mesmo “mundo” (Terra), mas que, temos uma vida pautada na “vontade divina” e que neste intuito também participamos dos pleitos de nosso Estado como governo, seja como eleitores, seja como candidatos [Romanos 13.1-7; 1Pedro 2.11-17];

Entretanto, no meio que se diz “evangélico” existe um pormenor distinto as Sagradas Escrituras, ministros (ou como alguns se apresentam: “bispo”, “pastor”, “apóstolo”) tornaram seus redutos religiosos, arraiais evangélicos ou instituições religiosas com nome de igreja, em cabresto eleitoral...

Apresentam em seus “púlpitos” (propriedade particular do dono da “igreja”) os candidatos aos quais a autoridade espiritual chamada de “líder” quer que os seus subordinados votem, vez por outra, os próprios ministros são candidatos ao pleito eleitoral e induz o cabresto eleitoral aos membros da denominação!

Em este ano, também não é diferente, e podemos presenciar que a maioria dos “candidatos”, inclusive os presidenciais já estão fazendo suas visitinhas religiosas ou os ministros se lançando como tais e sujeitando seus membros a estarem em "obediência" ao candidato "líder" ou em quem ele indicar!

Portanto, é notória a obrigação do arraial evangélico de ser e estar em obediência a liderança da igreja, isto é o carro chefe daqueles que querem se intitular “autoridade espiritual”, muito comum nas igrejas evangélicas, querem que os membros abaixem a cabeça em detrimento a tudo quanto eles vomitam dos púlpitos, não admitem que os membros de SUAS instituições religiosas com nome de igreja aceitem a Verdade e se libertem, mas que fiquem atrelados ao ínfimo ensinamento capitalista de cunho religioso...

Maliciosos, utilizam-se das Sagradas Escrituras para embaçar, embair, iludir incautos e inconstantes que não meditam nos ensinamentos de Jesus, mas, aceitam o que estes dizem, e desviam-se de buscar a Verdade bíblica, aceitando a verdade dos lideres evangélicos para sustento de ministérios e ministros preguiçosos que impõem aos membros a obrigatoriedade de sustentar suas famílias, e até a votarem em quem eles querem, caracterizando como em tempos de outrora em nosso País, o Coronelismo e, agora nas “igrejas evangélicas, o “Coronelismo Evangélico””!

Mas, em outra minudência, é triste a realidade dos “evangélicos”, pois, vivem o “voto de cabresto” e nada recebem em troca como no período da República Velha, é lastimável este povo, medíocre, pobre, que se vende em troca de palavrinhas doces de um mercenário religioso...

(Aliás, somente abrindo um parêntese, nesta compra de promessa a submissão eleitoral, na Universal, por exemplo, existia como troca pelo voto, um “marcador de Bíblia”!)

 Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

 Fraternalmente, irmão James.

VARIEDADES

A ORIGEM DOS DEZ MANDAMENTOS
Deus perguntou aos Gregos:- Vocês querem um mandamento?

- Qual seria o mandamento, Senhor?
- Não matarás!
- Não, obrigado. Isso interromperia a nossa sequência de conquistas.

Então Deus perguntou aos Egípcios: - Vocês querem um mandamento?

- Qual seria o mandamento?
- Não cometerás adultério!
- Não obrigado, isso arruinaria os nossos fins de semana!

Deus perguntou então aos Assírios: - Vocês querem um mandamento?

- Qual seria o mandamento?
- Não roubarás!
- Não obrigado, isso arruinaria a nossa economia!

E assim, Deus foi perguntando a todos os povos, até chegar aos Judeus:

 - Vocês querem um mandamento?
- Quanto custa?
- É de graça.
- Então manda dez.


  PENSAMENTOS: 
1-      O prêmio por uma coisa bem feita é tê-la feito. Ralph Waldo Emerson.
2-       O problema mais difícil da aritmética moderna é fazer coincidir a data de nascimento de uma mulher com a sua idade atual. Anônimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário